segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Autárquicas...queridas e doces autárquicas... essas bençãos milagrosas que fazem com que subitamente aquelas amizades meio esfumadas regressem das catacumbas e de repente, assim do nada, passes a ser acolhida com grande fervor à porta da escola, no supermercado, na peixaria, na secção dos pensos higiénicos,..."olá querida, há quanto tempo...!" e tu pensas para contigo "esta gente anda a fumar coisas estranhas, então mas ainda a semana passada mal me acenava!...".
E vai daí ocorre-te que viste a fotografia daquela alminha num cartaz e faz-se luz nessa imensidão cerebral... andamos na caça ao voto!
Mas depois quando tudo isto te parece ridiculo, surgem convites para jantar onde o final do tema acaba com um "mas vais votar em mim, não vais?!" e aí a tua vã esperança na humanidade vai-se, juntamente com a tua imensa ingenuidade de acreditares que as pessoas são verdadeiras e agem naturalmente, sem segundas intenções!
Autárquicas...queridas e doces autárquicas... que revelas o melhor que o ser humano tem!

Sem comentários:

Enviar um comentário