terça-feira, 27 de junho de 2017

Vim só fazer prova de vida

Estou benzinho. A Mada fez oito aninhos, continua com o feitio com que Deus a gracejou (mas já nos afeiçoámos à garota o que é uma maçada), passou para o 3º ano, trocou a equitação pelo hip-hop e está mais feliz do que nunca. O Joãozinho está a caminho do 12º ano (não sei se me benza ou se corte os pulsos) e anda às voltas com os exames nacionais e a maioria dos amigos já tirou a carta de condução (e de cada vez que vejo um deles dentro de um carro a conduzir, a gritar "tiaaaa" e a acenar, finjo que não os vejo porque a mim ninguém se atreve a dar-me mais de trinta anos sem que lhe parta um dentinho!). O meu marido foi operado a um sinal na barriga por suspeitas de melanoma (graças a Deus não passou de um susto) contudo o dermatologista tratou de esventrar o homem tirando mais de metade da barriga (como homem que é, diz que ainda hoje sente uns pontos interiores a mexerem-se, como se tivessem vida própria...haja pachorra! gramasse ele com uma cesariana que eu queria ver!).
E pronto assim de repente e no espaço de cinco minutos que a minha estonteante vida mo permite é tudo. Aguardem por breve laivos de loucura, que eu quero ver se me disciplino e ponho o barraco em ordem. Beijo gostoso!