terça-feira, 15 de novembro de 2016

Super Lua

Foi ontem, para quem não reparou e estava linda de morrer, tudo muito em bom mas...não obrigada! As fotos ficaram péssimas e há custa de uma malfadada lua, os homens cá de casa (dois de duas pernas e um de quatro patas) estavam possuídos. Neura descomunal, tolerância zero, rabujice a mil... às nove da noite já eu desejava que o dia acabasse, tal era o azedume em que estavam. Querida lua, fofa que só tu, vem de mansinho que não estou para calmantes. Agradecida!

Sem comentários:

Enviar um comentário