sábado, 10 de setembro de 2016

Deste lado

Por aqui anda-se mal. Por assuntos que, por agora não poderei revelar, a vida dá voltas do catano  e quando se está rodeado de gente má a probabilidade de ser contaminada aumenta exponencialmente. Tenho sorte, sou muito amada e enquanto pensar nisso não há mal que me chegue. 
Até lá, até encontrar verdade e justiça, vou mergulhar nesta bolha de amor chamada família. E como não sei viver de meios termos, entrego-me incondicionalmente a mim e aos meus, sem meias medidas, assim à bruta, que esta coisa do amor ou é ou arrepias caminho. Tenho aprendido muito sobre a natureza humana, logo eu que já vi e vivi tanto e me achava uma pro no comportamento do bicho homem. Agora é tempo de olhar para dentro com olhos de gente e seguir caminho.
Desejem-me muita merda! Eu agradeço.

Sem comentários:

Enviar um comentário