quarta-feira, 15 de junho de 2016

Drama

Se existe palavra que caracteriza grande parte do meu dia é "drama". Vivo rodeada de pessoas dramáticas, com situações que (só elas) acham dramáticas, elevadas ao drama dos dramas. Porque drama que é drama é sempre pior que o da vizinha. E por muito que tente contornar a coisa, quanto mais tu procuras minimizar, mais o drama acentua porque as pessoas querem que o drama seja valorizado e não atenuado. E isto preocupa-me mas assim ao nível da piedade, porque estas pessoas perdem tanto tempo a alimentar o drama que a vida corre-lhes ao lado, os minutos passam, os dias vão seguindo e não dão conta da preciosidade da vida e do ar que respiram. Nenhuma destas pessoas padece de uma doença terminal, nenhuma destas pessoas perdeu um ente querido, nenhuma destas pessoas foi acometida de um acidente que as deixou marcada para sempre. Nada isso, estas pessoas alimentam e alimentam-se de dramas. E fazem-nos diariamente, num desgaste profundo. Temo que a vida um dia lhes ensine lições da pior forma, e que nessa altura, tal como Pedro e o Lobo, ninguém lhes dê o devido apoio porque afinal...é só mais um drama!

Sem comentários:

Enviar um comentário