segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Não há coincidências, já dizia a outra!

Eu sou daquelas pessoas que adora fazer anos. O passar dos anos nunca me assustou e francamente sinto-me muito melhor agora do que aos 30. Ainda assim o dia do meu aniversário sempre viveu assombrado por alguma coisa. Ou fico doente (já contei pneumonia, gastroentrites aos molhos, gripes, crises de enxaquecas, ...), ou são os miúdos que ficam doentes, ou tenho chatices no trabalho, as raras discussões com o João começam na véspera dos meus anos e a zanga perpetua-se ao próprio dia. Sinceramente, e atendendo às coincidências, acho que de tanto gostar deste dia, atraio inveja ou merdas do género. Entre o dia de ontem e o de hoje, a Madalena e o Joãozinho adoeceram, discuti com o João, irritei-me no trabalho e, quando achava que estava completa a minha cruzada, vou à esteticista e ela faz-me o horror dos horrores nas sobrancelhas (ao ponto de sair de lá a chorar). Agora, ficarei a aguardar mais acontecimentos e ver o que me resta ... é amanhã, mas podíamos passar já para sexta-feira!

E o que é que se faz na véspera de fazer 40 anos?!

Compras um anti-rugas* e continuas a rir muito!

Grandma's threat, "Your face might freeze that way," has some truth to it. :):
* na embalagem diz que é para contorno dos olhos, mas eu achei que no pescoço também não fazia mal... e no peito, e na testa, e no fim já me tinha besuntado toda com uma micro embalagem!

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Já cortavas os os pulsos, não?!

Ontem fizemos um jantar surpresa ao nosso mai-velho. Ele estava tão contente que dava gosto de ver, só a cara dele quando viu a namorada a entrar foi impagável. Muita gargalhada, muito boa onda . Sabíamos que íamos todos chegar tarde a casa e na véspera não deu para preparar nada, à excepção do bolo de chocolate para o aniversariante levar para o ensaio. De maneiras que mando mão à secção de congelados do Pingo Doce que tem um bacalhau à brás fantástico e cá vai disto. Como somos dados à gastronomia, temos vários azeites aromatizados, sendo um deles um azeite cujo queijo de Niza esteve a marinar durante um bom tempo. Vai daí, pego nesse azeite e começo a fazer um refogado para depois juntar o preparado do bacalhau. Como estava no epicentro da questão, não dei conta, mas todos os que passavam à porta da cozinha queixavam-se que vinha um cheiro muito mau de lá. O João ainda me alertou para o desastre que se avizinhava, mas eu garanti-lhe que ia sair dali um jantar gourmet e improvável. Pois bem que só acertei no improvável, porque nunca me tinha acontecido ter uma casa cheia de gente e mandar o jantar para o lixo! E depois?! Depois, tenho um bando de olhos sobre mim a suplicarem "por favor tira-nos isto da frente ... mas arranja qualquer coisa depressa que a partir daqui aderimos ao canibalismo!" Vou até à cozinha com os olhos rasos de lágrimas e em puro desespero. Abro o frigorífico e dou de caras com uma caixa de frango assado e arroz com ervilhas... E foi isto ... Sem muito mais para acrescentar, a não ser um memorando de que não convém inventar receitas com a casa cheia e faminta!

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

24 de Fevereiro de 2000

Foi há 16 anos e foi tão inebriante que só tenho flashes deste dia. Nasceste e foste meu desde aquele dia, apesar de só te ter conhecido meses depois. Tornei-me mãe através de um telefonema. Transformaste-me para o resto da vida. És a minha sombra, o meu grilo falante, o ser mais parecido comigo. Obrigada por me teres escolhido. Sou, por ti e para ti, uma pessoa infinitamente melhor. Parabéns meu amor gigante. Amo-te para o infinito e mais além!!

Ainda no outro dia, há 6 anos atrás...

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

A Madalena descobriu o Justin Bieber

................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................... Desculpem, estava com dificuldade em engolir o xanax!

Batata, constatação 25488969

A Batata acabou de fazer 5 meses e pesa mais de 35 kgs.
A Batata já é mais alta que a Ginja e prevê-se que o crescimento seja substancial.
A Batata só podia ter um nome parvo.
A Batata é uma mistura de Pluto com o Pateta.
A Batata é a cadela mais descoordenada que conheço.
A Batata veio provar que a Ginja é um anjo.
A Batata destrói duas coisas: o que mexe e o que não mexe.
...
Nós, já nos resignámos aos disparates dela. E porquê? Porque são tantos que tememos um colapso nervoso, vai daí olhamos para o desastre e rezamos. Rezamos muito!!!

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Nós, pais, e o nosso lado lunar

Quando fui buscar a Madalena ao ATL recebi queixas. Fiquei boquiaberta, pedi desculpa à monitora porque efectivamente as atitudes dela não correspondem à educação que lhe damos. Da escola a coisa também não foi feliz e veio uma bola amarela. No fundo, não foi nada demais, mas ela tem de perceber que tem de contrariar a tendência biológica para a parvoíce. Levou um ralhete daqueles, dissemos-lhe coisas que sabemos que nunca teremos coragem de fazer, mandei a pedagogia à fava, naquele momento ela tinha de perceber que nós pais também somos capazes de fazer o imprevisível para a pôr na linha. Tretas, por dentro estava cheia de vontade de a abraçar a cada palavra ameaçadora que me saía da boca. Haaaaaaa, caraças porque é que isto não é fácil???!!! Porquêêêêê????

A foto que capta a minha essência

O meu ar parvo não engana, desde cedo descobri que a estupidez natural me assiste. Estou sempre com bocas e trejeitos ...
Parvoíce é o meu apelido!


Gripe e maquilhagem. Coisas que combinam, sei lá!

Este ar de chouriço andante disfarça uma gripe monumental. Obrigada Deus por teres iluminado uma alminha que inventou a maquilhagem. BFF!


segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Amor que é bom para a anca

Não ligo puto aos Dia dos Namorados. A coisa cultiva-se é nos 364 dias anteriores. Mas ainda assim, confesso que amei este miminho. Quem é o fofinho da sua mulher, quem é?!

Trabalhar nestes preparos

E com mantinha nas pernas e aquecimento central no máximo. Este calor antártico está abrasador!

sábado, 6 de fevereiro de 2016

A reter (ou pelo menos tentar...)

Primeiro, nunca ir com as duas cadelas ao veterinário. Não basta a viagem que se revelou catastrófica, baba da Ginja e acrobacias da Batata. Depois a entrada na clínica com ambas a atropelarem-se e nós a cairmos para cima delas. Na sala de espera que garantidamente estava cheia quando entrámos, de repente olhámos para o lado e estávamos sozinhos. Uma senhora ao sair lá desabafou que a Ginja tinha um ar assustador (coitada que fez xixi porque se assustou com um gato, mas pronto lá terá de viver com o estigma de ser considerada uma raça perigosa). Durante a consulta enquanto a Ginja dormia, a Batata ocupou-se a ... roer o telemóvel da veterinária!
O que dizer? É só um dia normal na nossa família.
#asminhascadelassãooshrek
#odemoemformadecadelas
#saiamdafrentesenãomordo_as

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

. . .

Madalena: "Disse à S. que os teus olhos mudavam de cor, umas vezes são verdes e outras vezes são amarelos. Mas ela diz que não existem pessoas com olhos amarelos. Podes ir à escola para ela ver que eu estou a falar verdade?!?!"

Já sabem, quando houver uma exposição tipo "Aliens entre nós" chamem-me que eu fico lá em exibição!

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Há casas calmas. A minha não é uma delas!

Ele garante que esta parte da peça é "brutal". Os meus ouvidos atestam e já nem me consigo ouvir pensar... Calma, que ainda é só segunda-feira!

Mada... a língua portuguesa é subjectiva!

-"Adorei a festa de aniversário do P., fizemos pinturas oficiais..." (entenda-se: faciais)

-"Bem, instalei os ossos todos!" (entenda-se: estalei)

E acreditem que, por mais que a corrija, a coisa não vai lá!