quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Um dia vou contar-vos como perdi as cuecas em pleno supermercado

E sim, pode perfeitamente ser hoje...

Foi este verão. Estávamos de férias no Algarve e, não me perguntem como, a sério porque não sei, evitem só pensamentos badalhocos, vesti umas cuecas que não eram minhas (eu disse para evitarem badalhoquices porque dentro da sexualidade sou uma rapariga a atirar pro sério). Mas sim, aconteceu. É o que dá passar férias com a família. Vim da praia, tomei banho, fui ao estendal e agarrei numas cuecas, vesti-as e emborquei um vestido por cima. E para aonde é que ela vai? Para o Continente de Lagos, local pouco movimentado no mês de Agosto! Mal saí do carro, a coisa começou a dar-se: aquela sensação de cueca larga, a anca movimentava-se e a cueca ficava laça, só que à medida que avanço para os corredores do hipermercado começo a ter a sensação que está alguma coisa a escorregar-me pelas pernas, como o vestido era modelo cai-cai não me inibo de puxar da parte de cima para espreitar o que se passava lá por dentro. De repente, vem o pânico "Amor, amor...querido, chega aqui juntinho ao meu ouvido. Tenho as cuecas a cair." "Tás a gozar. A sério. (risos, risos, muitos risos) Tu não existes, será que não dá para sair contigo à rua" "Dá, claro que dá. Eu aguento-me." Só que nos entretantos dou comigo a andar à pinguim. Percorro corredores, olho para o lado e quando acho que ninguém está a olhar vai uma puxadela para cima, outra para o lado. E assim se seguiram corredores e corredores, até chegarmos à secção dos chocolates em que o meu filho me pergunta"o que é que tens aí na perna?!" E o que é que era? Nem mais nem menos que o pensinho diário que entretanto se tinha descolado da cueca folgada e colado na minha perna. Com grande arte, descrição e sobretudo muita rapidez removo-o e corro para a casa de banho (sempre em modo pinguim). Regresso ao encontro com a família e segredo ao meu marido "agradece à família, estou sem roupa interior!"

Esta passagem de ano, esta história veio à baila e os meus amigos confirmam que a existir uma figura feminina do Mr. Bean, o lugar é meu!

Sem comentários:

Enviar um comentário