quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Eu tinha avisado que a Catequese não ia ser fácil

Mada: "Catequista, o Jesus nunca cresce?!"

Catequista: "Sim, ele cresceu e tornou-se adulto."

Mada: "E quando ele era adulto, ele trabalhava?"

Catequista: "Sim. Ajudava José que era carpinteiro e espalhava a palavra de Deus"

Mada: "Então, o padrasto pagava-lhe na oficina e nas palavras... também ganhava dinheiro?!"

Catequista: "José é seu pai."

Mada: "Essa parte da história ainda não percebi bem, mas eu continuo a achar que o José é padrasto, mas não tem mal porque ele devia ser bonzinho. Eu estou é preocupada em como é que o Jesus recebia dinheiro para ajudar a sua mulher e os filhos."

Catequista: "Mas Jesus não tinha mulher e filhos!"

Mada: "Pois ... isso também acho esquisito."

Catequista: "Porque ele dedicou a sua vida a espalhar a palavra de Deus."

Mada:" Então ele não tinha mulher e filhos por causa das palavras?! ... esquisito!"

Ninguém me contou, eu estava à espera dela (colada à porta, é um facto) e ouvi a conversa.
 Duvido que não tarde muito a mudar de turma, até porque quando a fui buscar a catequista olhou para mim com um ar displicente e disse "A Madalena é tão querida, é muito inquisitiva!"

2 comentários:

  1. pois... é normal a criança andar baralhada, com a realidade actual é difícil compreender como se vivia à 2015 anos atrás.
    Ainda há de perguntar à catequista qual o nome de Jesus no facebook para poder ir lá ver essa história a limpo....!!!! ou no instagram...
    Abraço
    AP

    ResponderEliminar