quarta-feira, 12 de agosto de 2015

À beira do colapso

Nunca em nenhum outro ano precisei tanto de férias como agora. Estou a entrar em colapso, sinto-o fisicamente e pior do que isso, sinto-o mentalmente. Estou há um ano sem férias, num trabalho profundamente desgastante. O apoio médico já não é suficiente, a medicação já não funciona porque aquilo que é fundamental eu não tenho: repouso. Estou no red line, consigo avistá-lo nitidamente. E o mau disto tudo, é que sei perfeitamente que os poucos dias que me separam das férias vão ser péssimos. Esta coisa de estares no teu limite e consciente do teu estado é terrível. Deus me proteja, o pedido é mesmo sério. Protege-me para ver se me aguento nestes dias e para que as férias sejam o garante de estabilidade psicológica ...

Sem comentários:

Enviar um comentário