quinta-feira, 18 de junho de 2015

Pessoas que não têm filhos, ponderem bem se querem passar por estas ânsias

O que mais me preocupa na minha filha é o feitio. Xinapá que feitiozinho. É um doce, uma querida, tem imensa piada, é uma companheiraça, mas depois tem manias que não acabam nunca. Manias daquelas irritantes à brava como o dedo esticado, a crítica recorrente, a falta de filtro, a selecção de quem se senta ao lado dela,... Ora lá em casa a malta é tão fixolas, paz e amor que me custa pra caraças estas porcarias. De maneira que passamos a vida a metê-la na linha e a ver se deixa de ser parva.
O meu filho tem exactamente as mesmas qualidades mas em modo calmo. É para ir para a direita? Vamos para a direita. Agora é para ir para a esquerda? Bora lá para a esquerda. Tá de bem com a vida e a vida de bem com ele. Mas é um cabeça de vento, acha sempre que tudo é já ali e que tem de nos avisar em cima da hora porque nós não temos mais nada para fazer do que estar ao seu serviço. Tem óptimas notas, mas o pai já lhe perguntou se ele suborna os professores, tal é o grau de distracção.
Ela vai para o 1º ano, ele para o 10º. E eu já estou a sofrer por antecipação, aqui em ânsias a achar que não dou conta do recado.
Pronto ok, estou stressadinha. Há comprimidos para isto?!

Sem comentários:

Enviar um comentário