segunda-feira, 28 de outubro de 2013

"Pagar pela língua"

É uma expressão que sempre ouvi a minha mãe dizer: "Cuidado com o que dizes que mais tarde pagas pela língua". Assim era quando via crianças mal comportadas que faziam birras. Assim é com a Madalena... "paguei pela língua"!
Ela faz birras, amuos de primeira, tem a mão leve com os colegas, é mandona,... tudo aquilo que eu criticava no alto do pedestal que o meu filho mais velho, dotado de uma calma sublime, me colocara.
No outro dia, uma criança fez uma birra monumental no supermercado, a minha mãe fitou-me com 'aquele' olhar de crítica. Cheguei-me junto a ela e sussurrei-lhe ao ouvido "eu já não crítico nem olho de lado... também lá tenho disto em casa!".
E este lado da trincheira é uma treta!
Custa muito chegar à escola e perceber que amuou porque foi contrariada, que bateu num colega porque olhou para ela quando esta não queria,... E não é por falta de regras, de limites e/ou imposições. As vontades não lhe são todas feitas (nem de perto nem de longe). Fica de castigo quando se porta mal, lamenta, pede desculpa, percebe onde erra. Da mesma forma que valorizamos os bons comportamentos, a meiguice e cumplicidade com o irmão, a doçura, os "miminhos" bons que dá.
 Desde cedo que percebemos que não podemos ir a direito, temos de contornar para chegar até ela. E explicamos-lhe tudo, não há mentiras nem meias-verdades, somos objectivos e securizantes. Cumprimos os requisitos "by the book". Então o que é que está a falhar? A personalidade tramada aliada a uma genética fabulosa (eu sabia que um cruzamento nosso só podia dar nisto!).
Bem sei que é típico da idade, que lhe vai passar, que um dia fará o clique e perceberá que o mundo é muito mais que o seu umbigo, mas até lá penamos. E rezamos. E apelamos ao divino....

Black monday morning

Estou irritada. Acordei assim. Zangada. Com uma vontade imensa de me afundar nos lençóis, do calendário voltar atrás e ser novamente sábado. As chaves de casa que não encontro. A chuva. O carro da frente que não ata nem desata. O trabalho. A má disposição de quem me cruzo e me faz perceber que é mal geral. As reclamações: do portão que não abre, das crianças que choram, dos pais intolerantes, do telefone que não pára de tocar. A colega braço direito que não vem trabalhar. A dependência que têm de mim. A imensa dependência que têm de mim e que se traduz nas coisas mais básicas. A minha irritação com esta dependência ridícula. O desmame constante. Lembrar incessantemente que devem pensar por si próprios, que não faz mal errar, que é sinónimo de crescimento. Ensinar isto a quem tem idade para ser minha mãe. A neura. O desconforto. As reclamações parvas de quem não se quer dar ao trabalho. A minha irritabilidade crescente. Uma ida à casa de banho para refrear ideias e contar até 20, 40, 60....
E ainda é tão cedo!

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Mafalda... perdão, Madalena

Madalena: "Pára o carro mãe, pára o carro que está ali um cãozinho abandonado.... vamos levá-lo para casa! Podemos?"

Eu: " Ó meu amor infelizmente nós não podemos levar para casa todos os animais que encontramos abandonados..."

Madalena: "Gostavas que te fizessem o mesmo a ti? Gostavas de não ter casa nem miminhos da mãe... GOSTAVAS?"


E enquanto ela fala o meu cérebro só retém esta imagem:



Uma questão que só as mulheres me compreenderão

Entre pôr gasolina no carro e ir à manicure (a correr porque a agenda dela é preenchidíssima e se falho a hora é um drama!!), o que é que se faz primeiro???
Não percebo qual é a dúvida do meu marido!
 Há coisas básicas: a manicure pode-me escapar, já o carro não vai a lado nenhum!
Homens...

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Queria muito pensar num título para o post... mas não consigo!

"Mãe, o Pai Natal tem pila?"

(Madalena... who else)



Abençoai-me Senhor, descei à terra sff e ajudai-me a educar esta criança... é que não está fácil!

Carta de indignação aos Srs. Lojistas Fofos

Caros Srs. Lojistas,

Como vão? Bem? Por aqui tudo fino.
Srs., queridos e fofuchos, nós sempre tivemos uma relação porreira: eu compro e vocês agradecem, eu namoro as coisas e vocês convencem-me de que é a última coca-cola do deserto, eu padeço de algo e vocês habilmente me tentam. Uma relação de amor-ódio com a carteira, digamos, no qual vocês saem efetivamente a ganhar.
Dei tanto de mim, ouvi tanto sermão do marido, poupei (sim, sim) para depois esbanjar em trapos, cenas para a casa e outro tantos bens fundamentais para a existência humana e... é assim que me tratam?? Passo a explicar o motivo de tamanha indignação:
Ainda à umas semanas atrás andávamos a chinelar, a gozar do bendito sol que Nosso Senhor nos deu e  pois que bastou que aparecessem os primeiros laivos de chuva e o que é que vocês fazem? Tunga, toma lá com montras natalícias. É Natal a brotar de tudo canto é lado!
Até à parte das montras, nada contra! Muito pelo contrário, que se há moça natalícia e que todos os anos se alambaza com decorações, sou eu.
O pior, o pior mesmo é ter os putos agarrados aos folhetos das lojas a fazerem uma cruz em todos os brinquedos que almejam, qual acto eleitoral. E pior que isso é que ainda só estamos em Outubro, OUTUBRO minha gente. Ainda a castanha e o São Martinho vão no adro e vocês já estão no Natal?!  Daqui até ao Natal é muito dia... muito acumular de pedido, muito chutar de bola para o Pai Natal, muita negociação,... E como é que se gere isso? Pois enganando as próprias criaturas que nós amamos mais que tudo. Acham bonito? Acham que é lindo? Acham que EU MEREÇO?!
Portanto, vamos lá a arrumar tudinho, a pensar bem na vida, a ver que se calhar é um erro, que não há mãe que mereça tanta arrelia.
Agora, que viram a tamanha asneirada que fizeram, vá de regressar com descontos, mas dos bons, para ressarcir o mulherio de tanta ruga que ganhou.
 
Atenciosamente,
Esta sempre vossa!

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Tão educadinha que ela é

4 da manhã:

Madalena: "Mãe, acorda. Mãe, acorda."

Eu: "Sim filha, passa-se alguma coisa?"

Madalena: "Preciso que me autorizes a ir à casa de banho!"


A sério?! Mesmo a sério?!

Como fazer uma filha feliz...

... é pôr-lhe uma tiara no cabelo e uma chave de fendas na mão!

Faz-de-conta

Brincámos ao faz-de-conta: faz-de-conta que esta mola da roupa é para o cabelo, faz-de-conta que este limão a carruagem da princesa, faz-de-conta que estes sapatos são uns patins,...
No final da brincadeira, quando lhe digo para arrumarmos o que desarrumámos, a fulana responde:
"Faz-de-conta que arrumamos... ok?!"

Facto profundamente relevante

... quando é que acaba a época das moscas?!
 
 

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Feliz Dia da Alimentação

As minhas ancas e o meu rabo são a prova mais que provada que o Dia da Alimentação é como o Natal... quando o homem quiser!
Vai daí aproveitámos para comemorar...







segunda-feira, 14 de outubro de 2013

No fim de semana vi este vídeo e chorei as pedrinhas da calçada.
O moço chama-se Luan Santana, é comparsa brasileiro e ao que parece venceu os Ídolos lá no burgo.
Ver adornado de kleenex.
 

Viver a paredes meias com uma vila histórica...

... tem destas coisas!
Vamos a andar calmamente na rua e de repente estas personagens brotam ao virar da esquina. 
 



Vidinha boa a do campo!





E ainda agora começou!

Depois de um fim de semana de rambóia com almoços e jantares de amigos, uma exposição de arte, ensaios das duas orquestras do filho mais velho, muito love e aconchego, concluo que o fim de semana devia começar agora.
 
Boa semana para todos!
 

 

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Tenho tanta coisa para pôr em dia: 2 episódios do Agents of SHIELD (que o meu filho lá me convenceu a gravar), 1 episódio do Scandal, o Bling Ring e um balde de pipocas de 3.50€ do Continente,... só não sei o que faça aos miúdos. Se calhar vão ter ficar em auto-gestão durante umas horitas, coisa pouca até a mãe se organizar! É que com tanta azáfama se eu não ponho tudo em ordem até me pode dar uma coisinha má!

Nosso Senhor lá sabe o que faz...

Eu nunca poderia ser mãe de muitos filhos. 
É que se com dois eu passo o tempo todo a contá-los para ver se estamos todos... imaginem com mais!

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

SOS à naba informática!

Tenho na minha lista de blogues que eu adoro e amo de paixão alguns que deixaram de existir e outros cujo endereço foi mal copiado (atentem ao mais elevado nível de conhecimentos informáticos) e pararam ali como que por obra e graça do divino.
O que é que faço para os remover da lista de leitura?
 Anyone?

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Esta fulana é que sabe das coisas

Madalena: "Hoje é dia de quê?"

Eu: "Hoje... deixa cá ver, hoje é terça-feira é dia de teres inglês"

Madalena: "Mas eu estou tãããããão cansada! Já fiz tanta coisa esta semana!"

Mais do mesmo

 
Estou novamente constipada!
Este ano vou experimentar a vacina contra a gripe. Ai juro que vou!
 

domingo, 6 de outubro de 2013

Este universo paralelo chamado "Casa dos Segredos"

-" Eu acho que o segredo do tipo é que já se tentou matar"
- "Isso não é um segredo de jeito. Todos nós já nos tentámos matar pelo menos uma vez na vida"


Shout me in the head please!

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Fragilidades

As pessoas que amamos não deviam adoecer. Seria uma condição essencial da existência humana. Ponto final. Felizes para sempre e não se fala mais nisso. Mas não, o caraças da vida tem a mania de pregar partidas e a malta lá vai ter de se aguentar à bomboca.
Os meus papás estão doentitos (o maior susto já passou), os dois ao mesmo tempo porque o amor tem destas coisas. E eu fico pequenina. Quero colo. Preciso de lhes cheirar a pele e quero apagar-lhes as rugas. Fico triste e fujo que nem cão magoado. Quero pegar-lhes ao colo e dizer-lhes que já passou. Dizer-lhes para confiarem no que digo porque agora sou eu quem sabe das coisas. Preciso de os ver, de lhes tocar, de lhes pedir desculpa por estar longe, que a vida tem momentos estúpidos mas é muito boa. Pedir-lhes para aguentarem por cá muitos anos, tantos anos até eu ser velhinha. Mas quero colo, muito colo porque os que amamos não podem adoecer. Ponto final. Felizes para sempre e não se fala mais nisso.

Orgulho da mamãe

O João é um puto cinco estrelas. Tem piada, é giro, óptimo aluno, bom músico, excelente comparsa. E talvez por levar a vida de uma forma super bem disposta, é recorrentemente solicitado pelos amigos para lhes dar conselhos. Falava-me de um colega que se queixava dos professores e de como eram injustos com ele. Respondeu-lhe frontalmente: "eu acho que eles te devolvem o mesmo trato; podias ser mais educado e não és; achas que tens pinta ser mal educado, mas deixa-me dizer-te que isso estão tão out, fixe é ter boas notas, ser educado e não passar por cima de ninguém.
Este novo ser que habita cá em casa é inteligente, é maduro para a idade que tem e muitas vezes leva-me a querer tê-lo pequeno outra vez. Mas este novo ser que habita cá em casa é maravilhoso, dá espaço a conversas deliciosas apesar de teimosas. Este novo ser que habita cá em casa torna os meus dias fantásticos e faz-me querer conservá-lo assim para sempre, rezar para que a vida não o mude e agradecer a Deus todos os momentos.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Mood Board

Ou, de como a TPM dá cabo de um gaja!

diy

Ando à procura de um móvel para reciclar e fazer isto a um das casas de banho:
O lavatório já tenho e é igualzinho a este!

Como?!

Eu - "Madalena, chegámos a casa faz meia hora e já estão dois puzzles espalhados no chão do teu quarto e a sala está um desatino. Já mudaste duas vezes de roupa e três vezes de sapatos...!" (enquanto falo vou arrumando as coisas)

Madalena - "Aiii (suspiro), eu até te ajudava, mas estou tão cansada!"

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Então e eu não falava da Casa dos Segredos?

Eu percebo o magnetismo deste programa, a sério que percebo, olhem só: todos nós paramos para ver acidentes, todos nos rimos quando alguém cai, e todos vemos a Casa dos Segredos pelo fabuloso estudo sociológico que é! É necessária perícia e perspicácia para juntar tanta gente burra numa casa.
Cá por casa quando a coisa treme para os lados do estudo nós, pais atentíssimos à educação das nossas crias, vamos fazendo ameaças aos putos: "queres ficar como os tipos da Casa dos Segredos?!"