sábado, 31 de agosto de 2013

A todas as mulheres que querem crescer mais uns centímetros... eis o segredo!

Madalena - "Eu estou grande porque como tudo e durmo a noite toda sozinha na minha caminha!"

Eu - "Pois é! És lindona, uma lindona bem grande!"

Madalena - "Então e tu?! Tu não cresces porque não dormes sozinha, tens a mania de dormir sempre com o papá!"


De facto é uma mania que eu tenho. Mas continuo a preferi-lo que ao vizinho!

Mulheres com garra... estamos a postos!

SPOOOOOOORTING! 






quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Feliz Ano Novo

Para mim o ano termina a 31 de Agosto. Em Setembro tudo começa. A escola, o colégio, o trabalho, as actividades extracurriculares, a orquestra, os ensaios, a equitação,... Novos horários, novas rotinas, adaptações, reestruturações. É nesta época que se fecha o ciclo das férias e se encaram novas etapas com energias retemperadas.  A contagem decrescente já começou!
  O cabeleireiro já está marcado. Pedicure e manicure também. Pinta-se o cabelo e os putos cortam os deles. Compram-se novas toiletts, que isto para começar em bom tem de parecer bom.
 É aqui que se fazem promessas, delineiam-se objectivos. Quero sorrir mais (ainda mais) para quem é do bem. Quero sorrir menos (bem menos) para quem não o é. Quero sorver a vida, assim mesmo de forma barulhenta. Quero continuar a chorar ao ler um livro, ao ver um filme, quando os meus filhos riem. Quero chorar de felicidade, de alegria. Quero engolir a teimosia. Mastigar o namoro (bem demorado). Quero saltar mais do sofá e fazer-me à estrada. Quero ouvir de modo repetido o "ó mãe" e respirar fundo 20 vezes. Quero telefonar a todos os amigos cada vez que me lembro deles e não deixar para amanhã.
Assim vem o Ano Novo, não o de 31 de Dezembro (esse não, esse é piroso!) mas o de finais de Agosto, este que tem cheiro a folhas novas dos livros acabadinhos de comprar, a mochilas intactas e sem rasgões, a roupas impecáveis e a ténis com cheiro a borracha. 
O futuro começa agora. Boas vibrações!

positive, quotes, good, sayings, it will be



sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Amigos russos: esta é para vós

Tendo tomado conhecimento que a Rússia está em 2º lugar nos países que visitam este humilde blogue, cumpre-me a honra de vos desejar: очень приветствуются! 
Que em tuguês quer dizer: Sejam muito bem-vindos!
(se porventura o tradutor do Google me atraiçoou e estiver escrito uma valenta asneirada, peço desculpa!)

Amiguinhos, sai uma rodada de vodka para todos! Yeah!!!

Pelo sim pelo não contactem as autoridades espanholas...

... é que, atendendo ao meu piqueno grau de distracção, e considerando que vou conduzir sozinha até ao Algarve, as probabilidades de eu estar em território espanhol e não me ter apercebido são... digamos... bastante prováveis!
Quem quiser caramelos ponha as mãos no ar!

Ando em modo zombie

Objectivo destas férias: descansar, comer, dormir, ler, beber. Um padrão que pretendo cumprir à risca. Ainda que não me consiga desligar do trabalho e que o maridão esteja a trabalhar. Férias insonsas que não sabem a nada. Está cada um para seu lado e assim não tem piada. De tal forma que me vagueio em modo zombie sem grande energia e a achar que esta mona merecia mais descanso do que está a ter. Fica a esperança do reencontro e de que quando os passarinhos estiverem todos no ninho eu volte a carregar baterias. Assim o espero.
funny-cartoon-laying-tired

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

O campo visto pelos amigos citadinos ou... como eu já fui!


Eles dizem (e eu também dizia):
  • "Eheh, não tens nada ao pé de casa?! Tens de ir de carro para todo o lado? Porreiro!"
  • "O café mais próximo fica a 1 km? E é uma tasca? Fixe, bora lá a pé!"
  • "Uau, aqui até a funcionária da caixa do Continente passa os produtos com calma!"
  • "Os vizinhos são tão calorosos... fartaram-se de me perguntar coisas sobre mim. Na cidade ninguém se importa com ninguém!"
  • "A senhora dali disse que daqui a nada vinha cá a casa dar-nos umas batatinhas!"
  • "A internet é super lenta. Que máximo, estamos incomunicáveis!"
Eu, agora, digo:
  • "Foge, tenho de ir de carro para todo o lado!"
  • "A máquina da Nespresso é a minha melhor amiga!"
  • "Irra mais pra funcionária que é lenta pra caraças! Vai uma ajudinha pra despachar a coisa?!"
  • "Esta gente é muito cusca. Livra! Sempre a fazer perguntas!"
  • "A senhora dali está sempre a espreitar por cima das sebes. Arranja com cada desculpa para vir cá a casa!"
  • "O caraças da internet é pré-histórica. Uma pessoa para ver qualquer coisa ganha teias de aranha!"

Coisa que a menina não faz

Pôr gasolina no carro!
Quem atesta os veículos é o João. O João é um bom homem e há muito que percebeu que a sua cara metade (momento literário carregado de romantismo!) se recusa a alimentar carros (já me basta quem habita o interior da casa!)
Pois é bonito de se ver quando fico sem gasolina:
1º - telefono ao João a lembrá-lo das responsabilidades deles e lanço farpas dramáticas: "Como é que foste capaz de me fazer isto?!"
2º - cravo uma colega à hora de almoço
3º - na eventualidade de estar sozinha:
      - peço ao funcionário da bomba de combustível e digo que enjoo com o cheiro da gasolina e peço se me faz o favor de atestar o veículo (posso avançar que esta resultou imenso quando estava grávida!)
       - peço ao funcionário da bomba de combustível e digo que a Madalena chora compulsivamente sempre que deixa de me ver (esta resultou enquanto a Mada era mais pequena...agora já não tem a carga emocional desejada!)
       - digo que tenho o pulso aberto e que não o consigo mexer e... peço ao funcionário para atestar o dito (esta implica maior esforço porque tenho de fazer cara de dor, mas normalmente resulta!)
       - vou a uma bomba de gasolina aqui da zona, que tem um funcionário que gosta imenso do meu carro e que diz sempre o mesmo: "deixe estar menina que eu faço isso: este burro bebe muito!"

Tenho andado a estudar novas ideias: o meio é pequeno e as pessoas são capazes de me ter topado. Tenho andado a  alvitrar a hipótese de chorar: até agora tem funcionado bem sempre que a polícia me manda parar e eu não sei dos documentos. Mas se calhar é capaz de ser um bocadinho exagerado para o caso!


terça-feira, 13 de agosto de 2013

De rastos


Imaginem alguém cansado, muito cansado.
Alguém tão absurdamente desgastado.
Assim no limite da sanidade mental e a roçar o esgotamento.
Visualizem bem essa pobre criatura, pois sou eu!

(Vou ali gritar um bocadinho para compor os índices de neurónios, e já venho!)

sábado, 10 de agosto de 2013

A minha heróina

Ela tinha caído do cavalo e receávamos que não quisesse mais montar.
Ela entrou no picadeiro, montou o cavalo e disse: "Vá, vamos lá dar um passeio!"
Ela tem uma coragem e uma força incríveis.
Ela é a minha heroína.
Ela é a Madalena!

Dos momentos que marcam a vida

Acampar com amigos no jardim de casa. Rir sem censura. Passar noites em branco. Murmurar confidências... Foi assim ontem à noite com os melhores amigos do mundo!


Mada: a penetra

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Qual é a pior coisa que pode acontecer numa aula de equitação?

Cair. Ora foi precisamente o que aconteceu à Madalena. Não tinha dormido a sesta (ela é mulher que se não faz o seu sono de beleza fica imprópria) e estava com uma postura trôpega em cima do cavalo. Estava lá por estar. O cavalo (que é um querido, apesar do nome - Salazar) virou a cabeça e a Mada foi atrás. Caiu redonda no chão. Perante o choro dela e a aflição de todos, o cavalo ficou imóvel. Quando se percebeu que ela estava bem, ela fez-lhe uma festa, deu-lhe um abraço e o cavalo.... chorou! As lágrimas corriam-lhe pelo focinho numa cena impressionante de amor e cumplicidade.
Hoje voltamos outra vez para ela não ganhar medo. Eu... estou em pânico!

Porque é que não consigo estar bem?

Eles vão de férias com os avós. As férias de todos os anos. As férias onde tudo é permitido. As férias que os une ainda mais. As férias que eles amam. As férias que os liberta.... e porque é que eu não consigo estar bem? Porque é que eu tenho o coração tão mirradinho que nem uva passa?
Eu fico a trabalhar, ou melhor o meu corpo fica a trabalhar, porque a alma e o coração vão com eles.
 

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Lojas onde a Madalena perde a cabeça:

  • Claire's
  • Maxmat 
  • AKI
  • Leroy Merlin
  • Perfumes e Companhia
Atendendo que não têm nenhum ligação entre si... não sei muito bem que futuro auguro a esta criança!

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Razões pela qual eu não suporto o calor: (ou, a foto que faltava)

  1. a sensação de estar pegajosa, peganhenta e derivados;
  2. não há produtividade que acompanhe este estado de letargia;
  3. fico cheia de borbulhas (que garantidamente me bastaram na adolescência);
  4. a associação calor vs moscas;
  5. ter uma ventoínha como esta, que é tão boa que nem um fio de cabelo esvoaça (atentem à proximidade com a secretária!)

Mãos à obra

Isto de ter uma quinta é giro! O que ninguém nos conta (aquelas letrinhas pequeninas do contrato) é que dá uma trabalheira desgraçada: há muros para pintar, rachas para tapar, vedações para consertar, telas para colocar, ervas daninhas para arrancar, horta para cuidar ... é uma canseira só de pensar e organizar, quanto mais fazer!
 Bora lá a isto, que a vida quer-se com ânimo! Afinal... somos do campo, carago!

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

O meu campo

É este! E é giro que se farta!

Eu e Jim Carrey... tanto em comum!

Eu sou daquelas pessoas bafejadas pelo incidente: o improvável acontece-me a mim! Senão veja-se:
  • Antes de uma caminhada melguei todo o mundo para não se esquecerem de calçarem meias com os ténis. Resultado: eu esqueci-me das ditas e agora tenho bolhas nos pés dignas de peregrino.
  • De regresso, e quando já ninguém conseguia ouvir mais os meus queixumes, sou atingida no olho por uma abelha. Zás! Valente ferrada no olho! 
  • Ao chegar a casa fui fazer o almoço: pico umas malaguetas e a seguir meto a mão na boca e esfrego a ponta do nariz!
 
 
O meu marido é que tem razão: eu sou uma personagem saída de um filme cómico!