terça-feira, 30 de julho de 2013

A Ginja partiu

Hoje não consigo escrever. Porque a dor da perda é grande. Porque o amor que sinto por esta fedelha é enorme. Porque as lágrimas me turvam a vista.
A Ginja fugiu durante umas miniférias no Alentejo e não voltou mais. Quero agradecer à população de Montalvão (Nisa), à GNR, aos Bombeiros, aos Guardas Florestais por nos acompanharem nas buscas e acima de tudo por terem percebido que para nós ela é muito mais que uma cadela... é família! 
Ginja, o que eu dava para me estares a roer os sapatos! 

1 comentário: