segunda-feira, 17 de junho de 2013

Madalena, the make-up artist

A Mada tem um estojo de maquilhagem enorme das Winx. Shinnig, foleiro, muita purpurina, com as cores mais berrantes do mundo.  Habitualmente, eu costumo ser o modelito. Sento-me no sofá e ela maquilha-me até achar que eu estou o arco-íris perfeito!
Ontem à noite, entra na sala com a sua 'pochete' de make-up pronta pró serviço. Deu-se mal porque eu não estava para aí virada. Como não é moça para baixar a guarda com facilidade, olha em volta e mira o pai: alvo à vista!
Tanto insistiu, tanto olhar de calimero, que o desgraçado olha para mim e pergunta-me: "O teu desmaquilhante é mesmo bom?" Yes! Temos espectáculo!
O homem estava um espanto.  Nos olhos, uma sombra azul-petróleo-ó-taparuere, nas maçãs do rosto (as possíveis porque ele tinha barba) um branco-fumaçó-fantasma e nos lábios toda a paleta de glosses que por lá havia; para finalizar no cabelo um tiara cujo diamante piscava.
Proibiu-me de fotografar, ameaçou-me e eu piei fininho que o gajo é grande. Também lhe expliquei que acho que aquela imagem iria afectar a nossa vida sexual, e que jamais o olharia da mesma maneira.
Ora o bonito veio depois.... é que quando a brincadeira acabou ele adormeceu no sofá. Do sofá foi para a cama. E digamos que o ritual de desmaquilhar não é propriamente algo que faça parte da sua rotina.... E de manhã?! Quem é que tirava a sombra azul dos olhos? Foi desmaquilhante, foi água termal, foi banho quente com compressas,... e ao pequeno almoço ainda se notava um restício de azul. Tenho para mim que ele hoje será olhado pelos colegas com outros olhos.....

Sem comentários:

Enviar um comentário