sexta-feira, 26 de abril de 2013

A água italiana é cara!

Este namoro pegado serviu também para comemorarmos os 40 anos do João (eh paixão, estás um homenzinho!), no preciso dia do aniversário, deliciamo-nos com um destes fabulosos jantares, depois de saborearmos um trio de pasta, panacota, gelados caseiros e outras tantas bombas italianas, o João pede grapa (uma aguardente italiana). Começa a beber e a franzir o olho, pede para eu provar. Ora, logo eu, para quem, grapa ou aguardente vinícola seria a mesmíssima coisa. Pois que ele jurava que aquilo era...água. Eu vou de provar. E era mesmo. Chamámos o empregado que insistia que aquilo era grapa e nós insistiamos que era água. Devolvemos. O empregado volta com novo copo, desta feita de grapa verdadeira e um enorme pedido de desculpa - alguém juntara água a uma garrafa de grapa no bar! E assim se engana turista. É que aquele copito de grapa custou-nos 5€!

Sem comentários:

Enviar um comentário