domingo, 24 de fevereiro de 2013

Há 13 anos...

que me perdi de amores por ti
que o meu coração inchou e rebentou de tanto amor
que crescemos juntos
que me fazes ser uma pessoa melhor
que choro quando estás doente ou quando a vida te prega rasteiras
que riu até às lágrimas com as tuas conquistas
que partilhamos dias felizes, muito felizes
que te dou beijos até te devorar
que sei os teus segredos
que és MEU FILHO!


 OBRIGADA POR SERES O FILHO QUE PEDI A DEUS.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Ele toca e eu choro...

... de alegria, atenção!
Ele toca (sem pauta!) 'Expensive Soul' enquanto faço o jantar e eu... choro.
Choro porque ter um filho assim é bom demais, porque quero congelá-lo para que fique assim para sempre, porque tenho medo do que a vida possa fazer dele, porque tenho um orgulho desmesurado, porque sinto um amor tão grande que me salta pelos olhos em forma de lágrimas!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Canja de Galinha

A Madalena vende-se por canja de galinha! Basta dizerem que têm canja em casa e ela renuncia ao recesso do seu lar com uma pinta daquelas!
E canta e tudo:
"É canja, é canja,
É canja de galinha
A malta que vai na frente
Mete os detrás na linha"

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Ao dia de hoje

 
Tanto sono que até tenho a visão desfocada!

Tenho para mim que isto é sol de pouca dura

Pai: Mada amanhã o papá está de folga, queres ficar comigo?

Mada: Não posso, tenho imenso trabalho!

Pai: Vamos os dois às compras e depois ajudas o papá. Vamos beber um café e comer um pastel de nata, vamos buscar o mano à escola e almoçamos os três juntos,...

Mada: Não posso!! A G. mandou-me imensos trabalhos para fazer! Depois atraso-me. Amanhã não dá! Fica para outro dia, ok?!

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Amigos citadinos... esbofeteia-me!

Porque insólito is my middle name ... fui trabalhar com um fardo de palha na bagageira do carro!

 


Em minha defesa: o João é que a comprou, utilizou-se da minha voiture e não a descarregou...

Deste amor entre elas

A Mada quer que a Bolota durma com ela.
A Bolota, no alto dos seus 12 anos, já não está para aturar tiranias.
A Mada protesta.
A Bolota também.
A Mada adormece.
E a Bolota aninha-se nela!
 
 

 

Back home

O meu regresso a casa é assim...tão bom!










Palmeirão, és o máior!
 
 
 
Perfect!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Madalena: in the mood for love

 Passa por nós, dá-nos uma palmada no rabo e pisca o olho.
 
Diz ao pai: estás ao beijos à mãe? queres casar com ela, é?
 

1980 a.c // 1980 d.c.

Tenho uma tendência parva (mais uma!) para dividir o mundo dos adultos em dois: os que nasceram antes de 1980 e os que nasceram depois de 1980!
Nasci em 76, em 80 nasceu uma prima que sempre considerei muitíssimo mais nova que eu.
 Ora pois que cada vez que vejo que alguém nasceu depois de 1980 tendo a achá-la novíssima, tão nova que quando os vejo com filhos penso que foram pais muito novos! Não é que não sejam efectivamente novos...mas para mim ainda são tenrinhos!
Então quando faço entrevistas para candidatura a emprego, já faço um esforço para não olhar para a data de nascimento que está no cv dos candidatos, caso contrário começo a falar com as pessoas como se tivessem 10 anos!
Valente panca... pois então eu sou dada a estas particularidades! E depois fico confusa, baralhada das ideias, a fazer contas e a não querer abrir mão do meu síndrome de peter pan....

Dá pra dormir sossegadinha faz favor?!

Ultimamente sou pessoa de sonhos estranhos.
 Tão estranhos que fico incomodada durante todo o dia, e chego a temer adormecer!
Estou a ficar com paranóia... deve ter sido de na adolescência a malta viver aterrorizada com o "Pesadelo em Elm Street"!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

"Arranha-me os calcanhares!"

Inventou esta frase digna de prémio literário e transformou-a em música. E eu confesso... já chorei a rir!
A autora, compositora e cantora também fez a coreografia de uma dança épica... Sras. e Srs., respeitável público: Madalena, a estabanada!

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Good friends don't let you do stupid things alone




E quando menos esperas reconheces amizades tão fortes ao virar da esquina, na curva da vida, na hora do aperto. Estão lá e não arredam pé. Riem e choram contigo. Não te deixam cair. Obrigam-te a levantar. São amparo para ti e para os teus.
É tão bom que até dói!

 Obrigada a elas... que sabem quem são!


 

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Vitor Gaspar... o jogador de futebol

Hoje de manhã, no carro:


Mada - Sabes mãe, ontem tivemos a jogar futebol na escola e à baliza estava o "Vitório Gaspar"!

Eu - (já a rir!) Quem? O Vítor Gaspar?!

Mada - Sim, o "Vitório Gaspar"!

João - Mãe... ela acha que o Vítor Gaspar é jogador de futebol!


(...)

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Um tornado na cabeça

Lamento tanto, mas tanto esta minha distracção, esta falta de memória crónica, este aluamento maligno e que invariavelmente acaba por se transformar em culpa. Já tive envolvida em situações e conversas importantes que tiveram verdadeiro significado para mim e que implicam acções que depois,... varre-se-me! A sério é um tormento daqueles!
E isto é transversal às rotinas diárias e às amizades, por exemplo. Por vezes acho que sou uma amiga desleixada. Carrego esse peso de culpa. Não que me preocupe menos ou que goste menos das pessoas. Toda a gente sabe o que "a casa gasta", toda a gente tolera (ou então fingem bem) e ninguém me cobra (ser amigo é isso mesmo!), toda a gente goza o prato (bem gozadinho a bem dizer), mas verdade verdadinha é que gostava de ser aquele tipo de pessoa que pensa em tudo, que se lembra de tudo, que raramente falha um recado,...mas não sou. Sou distraída, aluada mesmo e depois fico danada, porque podia ter mandado um sms, um email ou um pombo correio, podia ter feito n coisas ... e não me lembro. Sou uma pessoal odiável do ponto de vista da memória. Já sei, a resposta é...

Quanto tempo o tempo tem

Precisava de tempo! Com tanta urgência!
Para fazer tudo aquilo que preciso: fazer listagens, tabelas, horários, atendimentos, cumprir prazos (damn you!),  continuar a saga do fato de Carnaval da Mada, comprar uma prenda de aniversário a uma colega do João (a adolescência é tããããõ linda!), ir ao chinoca ver se há mais alguma coisa de jeito para o fato da Mada, arrumar a casa, pôr roupa a lavar, dobrar a roupa que está na máquina de secar, ligar para o veterinário, ir ao banco, marcar equitação para a cachopa, organizar o fim de semana tendo em conta os ensaios e orquestra do rapaz, pesquisar ementas para o fim de semana prolongado, ir às compras ao Continente e ver o folheto do Lidl,...
 
Arrrrrrrr!
 
Vou-me ali descabelar um bocadinho e já venho, ok!
 

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Do Carnaval

Ando de volta do fato de espantalho da Mada. Ontem tive mais de uma hora a ver como se cosem as mangas numa camisa... isto deve requerer um curso, só pode!
Deus fez a coisa bem feita e não vale a pena contrariar a natureza, se é para não perceber nada disto então faça-se a Sua vontade...que isto de contrariar o divino tem o que se lhe diga!
Ainda para mais que eu nem gosto do Carnaval... Vá atirem lá os tomates e digam o habitual "Tão divertida e não gosta do Carnaval?!" é verdade sim senhor, traumas de infância vá se lá saber!
Para mim o Carnaval está associado a partidas de mau gosto, ovos, farinha, balões de água e bombas de mau cheiro (estas davam cá um jeitão quando a malta as punha na sala de aula e vínhamos todos para a rua porque o prof. se recusava a dar a aula e queria saber quem tinha sido o engraçadinho!).
O meu filho mais velho também nunca gostou do Carnaval (admito que muito, ou tudo, por influência nossa), agora a mai-nova é dada a estas coisas, tenho para mim que quando for mais velha vou-lhe perder o rasto lá prós lados de Torres Vedras!

domingo, 3 de fevereiro de 2013

É só 5 aérius!!

Eu sou uma mulher de feiras. Fiz doutoramento na Feira de Carcavelos e a partir daí ninguém me pára. É só saber de uma, e lá estou eu!
Este fim de semana fui ao Mercado de Santana... foi o delírio! Um frio de rachar e eu subia ruas, descia ruas, regateava (fico sempre íntima das ciganas), meti-me com as velhotas que vendiam fruta, disparatamos por demais, tive lições de agricultura, comi a bela da bifana, fiquei a saber que o filho da Ágata conduz um "papa-reformas" e que existem tratores da Ferrari, ouvi música pimba... e rimos tanto, mas tanto!
Aiiiii, foi um bálsamo! Voltei à adolescência, mas agora em versão campestre!



                                                                             Paulinho Portas, queres que a menina te dê umas aulas?!

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Be true to yourself

Vou para o fim de semana com este espírito:

 
 Em paz, com a certeza de que ajudo quem precisa, de que tenho um ombro enorme, que procuro todos os dias ser uma pessoa melhor, que trato os outros com respeito e da mesma forma como gostaria que me tratassem a mim e aos meus,...e sobretudo, com a certeza de que nada me derruba, sobretudo gente medíocre!
Bom fim de semana!
Beijos e queijos!

Que nem limão

ana, girl, mia, pretty


Estou em ácido! É bom que não falem comigo. Um bom dia de cortesia chega, ok! E isto é o que faz ser uma pessoa "intensa" (à falta de melhor palavra!) ... a malta está habituada a ver-me rir, e depois estranha quando tenho um dia menos bom, e depois questiona, e depois não se calam, e depois opinam, e depois.... estão a um passo de levar com uma coisinha na cabeça para ver se ficam mais silenciosos.
Hoje estou tão azeda que tudo me irrita, com uma vontadinha em desancar na primeira figura que me apareça pela frente. Procuram-se vítimas.... deixa cá ver... vou ter com uma mosquinha morta para ver se desperta para a vida! Ahahahah (estou a tentar fazer um riso demoníaco!!)
 
 Ai senhor, ilumina-me que hoje eu não sou eu!
 
 
 
 
Palpita-me que depois de lerem este post vou ter muito boa gente a mudar de passeio quando me vir!
É só hoje ok... amanhã já devo estar normal (não sei se normal é bom! mas é o que temos!)